Como criar uma historia em quadrinhos.

Fala galera, beleza!

Se vocês são como eu, fã de HQs (historias em quadrinhos), e já quiseram criar suas próprias HQs mas não tinham ideia de por onde começar, agora jovens gafanhotos eu vou dar-lhes umas dicas que comigo funcionam bem, mas de forma alguma devem ser tratadas como a única maneira de se criar quadrinhos; então, vamos as dicas.

1 desenvolva uma ideia: uma única palavra ou quem sabe uma frase, as ideias veem e vão, então tenha sempre um bloco de notas com você para anota-las. Ainda na etapa da ideia pense mais amplamente nela e elabore um começo, um meio e um fim; já tendo em mente o formato que deseja para a sua HQ e quantas páginas você quer que sua história tenha; para HQs onlines o numero de paginas pode variar conforme a sua vontade, já se você quiser imprimir a sua HQ em formato de um fanzine (falaremos deles em um post futuro) tente dividir a sua ideia em múltiplos de 4 paginas pois a sua montagem fica mais fácil.

2 desenvolva um plot para a sua ideia: sabe o que é um plot? Não! Calma que eu explico, um plot nada mais é que decidir de forma simples o que acontecerá na história em cada uma das páginas. Escreva o básico do que acontece em cada pagina, separado em duas colunas, uma marcando o numero correspondente da pagina e outra o que acontece naquela pagina. Junto com o plot você também pode criar um rafe. Hein? Enquanto o plot é um esqueleto escrito da sua ideia, o rafe é um esboço básico (básico mesmo, bem rabiscado no meu caso) de como ficaria a pagina desenhada.

3 desenvolva um roteiro: com base na sua ideia e no seu plot você vai criar agora o roteiro; esta é a etapa mais importante da sua HQ, já que ela descreve de forma detalhada o que acontece na sua historia, quadrinho por quadrinho. Para que o roteiro fique bem detalhado, descreve coisa como plano de enquadramento, detalhamento de cena e diálogos e sons que irão compor o quadrinho. O roteiro é muito importante, principalmente se o desenhista for outra pessoa que não você, algumas pessoas acham ate que o roteiro seja mais importante que os desenhos, pois uma boa historia deve ter um bom enredo; eu já acho que os dois devem trabalhar lado a lado, para criar uma experiencia mais satisfatória ao publico final.

4 os personagens: toda historia deve possuir personagens, e para que a sua historia seja boa ela deve ter bons personagens. Qualquer coisa pode ser um personagem, desde um rato até uma esponja do mar, passando por alienígenas que são idênticos aos humanos e ganham poderes incríveis simplesmente por receberem raios da luz do sol à simples e nostálgicas pessoas comuns e trabalhadores de escritórios. Os personagens da sua historia devem ser cativantes e ter algo em comum com seu publico alvo para que os leitores se identifiquem com os mesmos. Então, gaste algum tempo para criar seus personagens, se ele é um herói, ele tem super-poderes, quais são eles? Se ele  usa equipamentos de alta tecnologia para combater o mal, quais são os equipamentos e como ele os conseguiu? Pense em como sera a aparência do personagem, e lembre se, as vezes menos é mais!

5 desenhos: agora sim, chegou a hora de realmente por a mão na massa, sim e não! A primeira parte do desenho é o designer dos personagens, equipamentos e detalhes da historia, seu personagem possui um carro? Então aprenda a desenhar um carro (não aprendi até hoje, kkk), ou talvez você deva dar a ele um outro meio de transporte. Nesta primeira etapa dos desenhos você também deve criar o storyboard da sua HQ. E o que é isso? O storyboard é um rafe, porem com muito mais detalhes, onde já é possível visualizar como a pagina vai ficar em seu estagio final, nesta etapa você já pode contar com os baloes e com as onomatopeias (efeitos visuais que representam os sons, comuns nas HQs). Uma outra dica muito importante, quando você terminar o storyboard, de um tempo a si mesmo, um ou dois dias de descanso (da trabalho...) então (rufem os tambores...) faça tudo novamente. Hein? O que? Por que? Isso serve para ver se realmente esta tudo como você deseja e se você não esqueceu de nada.

6 desenhos finais: agora a coisa ficou seria, depois de gastar um tempão com as outras etapas esse é o derradeiro momento, e provavelmente você vai querer desistir (nesta etapa ou em qualquer outra, na verdade nem sei como chegou até este ponto da leitura, kkk), mas não desista! O resultado é gratificante. Comece pelo desenho de todos os requadros e marcações dos baloes, assim se você se empolgar com os desenhos não precisa se preocupar com espaço para os diálogos. Se uma cena da sua HQ estiver muito complicada para desenhar, pense e faça ela de forma diferente. Use lápis de traço duro para os esboços (HB) e lápis ou grafite de traço mais macio para definir o desenho (2B). Se o seu trabalho for amador (assim como o meu) para a arte final use caneta técnica permanente, use no minimo canetas de graduação 0,2mm, elas garantem um traço fino e preciso, mesmo para iniciantes. Use folhas de no minimo 90g/m, elas evitam que a tinta das canetas passem para a parte de trás do papel (siga esta dica, principalmente se você estiver fazendo HQs para imprimir em formato de fanzine), para o preenchimento de grandes áreas negras use pincel atômico (infelizmente nas folhas de 90g/m eles passam para a parte de traz do papel, não use nos fanzines a não ser que trabalhe também com recorte para a finalização do fanzine).

Muitas dicas firam dadas e muito caracteres usados, agora jovem gafanhoto, lápis e papel na mão e vá desenhar, a pratica leva a perfeição, bons traços. Abraços.

Postagens mais visitadas deste blog